sexta-feira, 2 de julho de 2010

Emotional eater - Comedor emocional


É, ontem assisti um DVD, e descobri que sou uma comedora emocional, afogo as minhas emoções na comida, só que o pior, drogas, bebida, quando a pessoa decide se livrar, não chega mais perto mas, e a comida?
Precisamos da comida para viver, para a nutrição, portanto o processo é muito mais complicado.
Vou te dar um exemplo, tenho uma necessidade enorme de tomar café da tarde, e ontem descobri um dos motivos. Minha mãe trabalhava fora quando eu tinha uns 10 anos, até antes disso, ela ía pra escola, fazia estágio um dia da semana, e eu ficava sozinha em casa, e pra falar bem da verdade, me sentia sozinha, e quando ela chegava agente tomava café da tarde juntas.
Ontem, não tomei o café, mas, sim, fiquei orando e agradecendo a Deus, pois Ele nunca me deixa sozinha, e engraçado aquele sensação se foi, eu não comi, fui jantar eram 21:00h, acredita?
E me senti super bem, senti a presença de Deus aqui na minha casa.
Sei que tenho que percorrer um longo caminho pra ser livre, pois isso é liberdade.

5 comentários:

Azas ao Espirito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Parabéns Cris ..que vc continue vencendo.

Mas é a pura verdade, eu sintia uma enorme necessidade de comer durante o dia , sem ter fome, uma ansiedade absurda. Pedi tanto e Deus e ELE acalmou meu espirito, e me fez entender o que é se cuidar!!!

Porém tem coisas dividas que Deus permite o Brownie da Dona Cida...rsrsr



Beijãooooooo

Aud

Anônimo disse...

Parabéns Cris ..que vc continue vencendo.

Mas é a pura verdade, eu sintia uma enorme necessidade de comer durante o dia , sem ter fome, uma ansiedade absurda. Pedi tanto e Deus e ELE acalmou meu espirito, e me fez entender o que é se cuidar!!!

Porém tem coisas dividas que Deus permite o Brownie da Dona Cida...rsrsr



Beijãooooooo

Aud

Cris Corrêa disse...

Aud,

Deus eh bom!
Fico feliz em poder ser seu vaso, que ele quebra e faz de novo!!

bjk

Florzinha disse...

Nunca pensei que trabalhar fora naquela epoca fosse prejudica-la,,pelo menos ate agora. Me perdoe filha, as circunstancias me levaram a sair para o mercado de trabalho e deixa-la meio periodo so. Me lembro que tambem sofri sua falta nos primeiros anos, mas depois me acostumei, sempre confiando na guarda de Deus.Espero que depois tenha compensado de alguma forma.Pensei que tomar cafe da tarde era um momento prazeroso para ambas, afinal foi um habito adquirido em minha casa e minha mae nunca trabalhou fora, entao...