quarta-feira, 28 de maio de 2008

Fortaleza, impressões

Como diria alguns amigos da área de engenharia de produção, como é bom fazer benchmarking...
Mas, que raio é isso?
Benchmarking se trata de fazer uma visita, ou conhecer um processo, uma forma de fazer algo diferente daquela que estamos acostumados a fazer.
Por exemplo, eu que serei mãe, faço meu benchmarking assitindo programas do Discovery Home and Health como "A chegada do bebê", "Super Nany", Maternidade, já que através desses programas tiro informações preciosas sobre essa nova etapa da minha vida.
Essa prática é uma prática muito importante pois muitas vezes estamos tão acostumados com a nossa rotina que não enchergamos as teias de aranha que se acumulam em nossas vidas.
Bem, mas, porque estou falando de benchmarking?
Nessas duas últimas semanas estive em Fortaleza na casa dos meus pais, já morei lá por 3 anos mas, voltei para São Paulo, onde moro atualmente com o maridão.
A vida de São Paulo, é uma vida muito corrida, agente corre tanto e nem sabe pra onde vai, pra falar bem da verdade.
Bem, nesses dias pude refletir sobre algumas coisas...
Em um dos sábados que estava lá, fui visitar minha prima-irmã Aninha que eu tanto amo, lá ela me recebeu muito bem (ela é uma lady), e me levou para conhecer duas de suas amigas, a Anali (não sei se é assim que se escreve) e a Renata.
Eu me encantei com essas duas moças. A Anali está grávida como eu, mas, de 8 meses, prestes a dar a luz, ela é médica, de João Pessoa, um amor...
A Renata é advogada, de Maceió, concurseira como eu, tem uma voz mansa, fala o português correto e passa a impressão de ser muito calma e educada.
Tá mas, e dái?
E daí, é que em 3 horinhas de conversa pude aprender muito com aquelas moças, primeiro o que me chamou a atenção foi a educação, como é bonito ver uma mulher educada, gentil e doce. Muitas vezes agente se depara com pessoas não só aqui em São Paulo mas, na vida que são amargas e rudes, e esse tipo de atitude na mulher é pior que no homem (não querendo ser machista) mas, a verdade é que Deus nos fez criaturas mais delicadas, finas, basta ver a mão de um homem e de uma mulher, é diferente., com essa minha primeira impressão, meu alerta para melhorar na educação disparou...
O cuidado de Anali com a alimentação... Ela está grávida mas, está tão bonita, só se vê a barriga, e querendo ou não, isso é importante para o parto e para a saúde tanto da mãe, quanto do bebê.
Meu alarme dos cuidados para alimentação soaram também!
A simplicidade, como elas são meninas simples... Não tem esse negócio de pose, são mulheres fortes, meigas, educadas e simples.
As vezes agente acha que precisa de tanta coisa mas, a verdade é que quando partirmos o que levaremos? No caixão, tudo se desfaz, não há posição, roupas, pose que desça à cova conosco. Tudo é vaidade, como diz em Eclesiastes. O que vale mesmo, é poder ter uma vida digna, feliz, sem streess, sem raiva, rancor, mágoa, ódio e isso tudo é uma questão de tomada de posição, de decidir ser feliz, ser grato.
Com a visita à essas duas moças, aprendi muito, acho que nem sei dimensionar o quanto...
Outra coisa, fiz uma visita à algumas lojas pra comprar o enxoval da minha filha, e a minha surpresa, tudo maravilhoso! O preço se equipara com o daqui mas, a qualidade e o capricho ganham de longe, cada lençol, kit de berço, fraldas, tudo, eu simplesmente gamei...
Comprei algumas coisas, a vovó Lilica deu outras mas, até a nossa querida princesa chegar, comprarei mais algumas coisas se Deus quiser.
Esse povo do Ceará é muito caprichoso! Acho que foi a herança deixada pelos portugueses...
Depois vou tirar uma foto para colocar aqui, só pra dar o gostinho!
Bem, é isso aí, uma boa tarde pra vcs! E façam um benchmarking na casa de um amigo, uma empresa, uma cidade, com certeza vc não sairá o mesmo!
Forte abraço
Cris

7 comentários:

david santos disse...

Excelente trabalho, Cristiane, excelente.
Parabéns

Anônimo disse...

Oi Cris!!!
Fiquei sabendo, pela Carol, sobre o seu blog e gostaria de agradecer as palavras de carinho e elogios (não mereço tanto!!!). Saiba q a recíproca é verdadeira!!! Por coincidência, na noite do mesmo dia q a gente se conheceu, comentei com Carol como vc era calma, como transmitia paz...Saiba q não foi só vc q refletiu com esse nosso encontro não, eu, particularmente, fiquei muito encantada com a sua força e vontade de crescer, vencer, de sua dedicação e empenho nos estudos, o q me estimulou a prosseguir em busca dos meus objetivos tbm. Adorei conhecer vc... prima da Carol não podia ser diferente, tinha q ser assim, 10!!!!!
Um grande beijo na barriguinha e fique com Deus!! Renata

Joyce disse...

Cris,

Ótimo post.
Meu, vc escreve muito beeeem!!!!

O post do seu aniversário .....quase chorei....q fofoooo!!!

E no blog do Du...tem um post falando de vc....

meu....que meigo!!!!

Deus abençoe vcs...

ana carolina disse...

até que enfim eu consegui abrir essa conta no google agora posso escrever todos os dias ......
beijos c/ saudades.....

Cris Corrêa disse...

Renata,
obrigada por passar por aqui mas, a verdade é que só falei a verdade e algo que aprendi nesses meus 30 anos é que agente aprende é assim, convivendo com as pessoas, e vcs me ensinaram muito, obrigada!
Fica com Deus, um abraço! e quando voltar a Fortal já levo minha bebê pra vc conhecer ( se Deus quiser)...
bj

Cris Corrêa disse...

Joy,
é vc mulher? que bom que vc passou por aqui...
venha sempre tá, e obrigada por suas palavras!
bj no coração

Cris Corrêa disse...

Aninha,
minha prima-irmã, já estou com saudades! que bom que em julho vc vem pra podermos comer uns mentos juntas...
te amo!